Crianças

Malária durante a gravidez - sintomas, causas e tratamento

Muitos fatores podem influenciar o desenvolvimento adequado do feto e o curso da gravidez. Para um deles são líquido amniótico, mas sim o seu número e composição. Eles são o habitat natural do feto, fornecendo-lhe as substâncias necessárias: oligoelementos, vitaminas, carboidratos, gorduras e proteínas. Eles protegem contra infecções, danos mecânicos e influências prejudiciais. Portanto, a falta de líquido amniótico pode levar a conseqüências negativas.

O que é água baixa perigosa em mulheres grávidas?

Gravidez, acompanhada de águas rasas, prossegue e termina normalmente. Um papel importante nisso é fornecido pelo momento em que o problema ocorre. O mais perigoso é a falta de água no segundo trimestre. E a quantidade de líquido amniótico no primeiro trimestre não tem nenhum efeito particular sobre o feto. No terceiro trimestre, sua deficiência pode prejudicar a criança, mas durante esse período já é possível fazer uma cesariana e eliminar o risco de desenvolver patologias.

A maré baixa é pronunciada e moderada. O maior perigo é a falta pronunciada de água. Se presente, patologias podem ocorrer:

  • Distúrbios no desenvolvimento do feto. Estes incluem a deformação de alguns músculos, membros e coluna, hipotrofia - atrasos no desenvolvimento geral devido à desnutrição do feto e hemicefalia - patologias na formação do crânio e do cérebro. Em casos graves, o problema pode levar à hipóxia, que ocorre devido à falta de oxigênio ou morte fetal.
  • Problemas com o parto. O enfraquecimento da atividade laboral pode ocorrer. O parto pode ser pesado e prolongado. Possível aumento da perda de sangue após o parto.
  • Ameaça de aborto.

Com águas rasas moderadas, tais patologias não são excluídas, mas os riscos de sua ocorrência são menores. Com sua detecção e tratamento oportunos, a probabilidade do nascimento de um bebê saudável é alta.

Sintomas de água baixa

Com a falta de líquido amniótico, a mulher não experimenta alterações na condição, portanto, o diagnóstico de "falta de água" pode ser feito pelo médico após o exame. Para fazer isso, medir a circunferência abdominal e compará-lo com o tempo de gravidez, exame ginecológico, ultra-som e calcula o índice de líquido amniótico.

Os sintomas dos oligohidramnios incluem:

  • inconsistência do tamanho do útero durante a gravidez;
  • dor frequente no baixo ventre;
  • dor com todo movimento, até mesmo ligeiro do feto;
  • náusea e boca seca;
  • fraqueza severa.

Causas de água baixa

O risco de água baixa não depende do número de gestações anteriores e da idade. Mais frequentemente ocorre quando o feto é replantado. Isso se deve ao fato de que, depois de cumprir o tempo, a placenta está envelhecendo, esfoliando e perdendo a capacidade de desempenhar plenamente as funções.

Infecções, problemas endócrinos, doenças do aparelho geniturinário, hipertensão, toxicoses tardias, distúrbios metabólicos e obesidade podem levar ao aparecimento do problema.

Às vezes, a desnutrição em mulheres grávidas se desenvolve com anomalias e defeitos no desenvolvimento do feto. Pode levar à intoxicação do corpo da mulher, por exemplo, por álcool, nicotina e drogas.

Métodos de tratamento de baixa água

Com alta qualidade e diagnóstico oportuno de deficiência de água passível de tratamento. A maioria dos médicos considera esse problema apenas um sintoma de outra doença. Portanto, o tratamento principal visa identificar e eliminar as causas da falta de água.

Para as futuras mães, a terapia complexa é prescrita para ajudar a melhorar o metabolismo da placenta e do fluxo sanguíneo uteroplacentário. Para fazer isso, prescrito medicamentos e vitaminas. As mulheres são aconselhadas a reduzir sua atividade locomotora e passar por exames regulares, como o Doppler vascular e o ultra-som.

Normalmente, o tratamento é realizado em nível ambulatorial, mas em casos de grave falta de água, acompanhada de aumento do tônus ​​uterino, a gestante pode ser colocada no hospital. Após as medidas tomadas, a condição do feto melhora, mas se isso não acontecer, a mulher é prescrita para uma cesariana, se o período gestacional permitir.

Malovodie não é a patologia mais terrível da gravidez. Com o seu desenvolvimento, os riscos que o feto sofrerá e nascerão com desvios são pequenos. O principal é identificar a doença a tempo e tomar as medidas necessárias para eliminá-la. Para fazer isso, você deve visitar regularmente um médico, fazer exames, fazer exames e seguir todas as recomendações.